terça-feira, 8 de janeiro de 2019

Jornalista é preso suspeito de manter esposa e filhos em cárcere privado


A Patrulha Maria da Penha conduziu ao Plantão da Delegacia Regional de Imperatriz, no fim da manhã desta terça-feira (08), o jornalista Alex Alves dos Reis Batista. Ele é suspeito de manter a esposa e os filhos em cárcere privado.
Logo nas primeiras horas desta terça-feira a Polícia Militar, através da Ronda Escolar, teria sido acionada por uma estudante. Ela teria relatado que a mãe estava sendo agredida pelo comunicador; que ela e o irmão só poderiam ir para a escola e não deveriam comunicar-se via celular ou por meio de qualquer outro meio eletrônico.
Em depoimento à polícia, a estudante disse que já apanhou do pai e chegou a ir machucada para a aula, sendo que o diretor da unidade escolar teria sido conhecimento das agressões há cerca de 10 meses. A polícia foi até a residência e encontrou a esposa do jornalista bastante nervosa, pedindo socorro e que a mantinha em cárcere privado, tratando mal familiares dela para que se afastassem.
Em 2017 foi concedida à vítima medida protetiva, que teria vencido, e o agressor continuou a maltratá-la, chegando até a ameaçá-la de morte. A polícia informou ao jornalismo da TV Difusora Sul que o jornalista chegou a informar à própria esposa que se tivesse uma arma de fogo usaria para tirar a vida dela. Segundo a tenente Josmara Aguiar, que comanda a Patrulha Maria da Penha em Imperatriz, a prisão de Alex foi motivada, a partir daí, em razão das agressões física e psicológica, do cárcere privado e das ameaças.
O jornalista foi encaminhado para a Delegacia Especial da Mulher, juntamente com uma faca que foi encontrada no local. A esposa contou com o apoio da polícia para retirar alguns pertences da casa.
Do MA10

Nenhum comentário:

Postar um comentário